ZapFone - (093)-99908.6725

Avenida Palhão, 572, S.J.O. - Santarém

Mídia Social não se trata de plataformas, se trata de experiências.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

6 razões para ter um site com design responsivo


Com o crescimento do uso de dispositivos móveis, como, por exemplo, tablets e smartphones, boa parte dos usuários acessa a internet em telas de tamanho variado. Por isso, é necessário planejar sites que sejam adaptáveis para os diferentes tipos de aparelhos, mostrando o conteúdo de modo adequado em telas touchscreen, assim como em computadores. Dessa forma, os visitantes podem ter uma experiência de navegação mais agradável, independentemente do aparelho utilizado. Confira abaixo alguns pontos que mostram a importância de ter um site com design responsivo.

1 – Maior demanda mobile

Nos Estados Unidos, mais de 58% dos americanos adultos possuem um smartphone. Como resultado, cerca de 60% dos acessos em sites têm como origem dispositivos móveis. Outro dado que comprova esse fato é que há mais dispositivos móveis do que pessoas no Brasil! Esse número só aumenta, o que significa que os potenciais clientes e antigos consumidores visualizam seu site usando este tipo de aparelho. Se a navegação não for satisfatória, provavelmente eles abandonam a página, fazem uma pesquisa na web e chegam ao site de seu concorrente.

2 – Crescente número de compras pelo celular

É muito mais fácil comprar online do que perder tempo indo até a loja e gastar tempo. Esse hábito cresceu entre os consumidores e chegou aos smartphones. Fato é que 70% dos compradores usam celulares, portanto, se os seus produtos e serviços não estiverem acessíveis a esse público, você pode estar perdendo ótimas oportunidades de negócio.

3 – Mídias sociais aumentam as visitas mobile

Mais de 55% dos acessos nas redes sociais ocorre em dispositivos móveis. Portanto, o compartilhamento de links do YouTube, Facebook e Twitter direcionando para seu site pode aumentar o tráfego vindo de aparelhos mobile. Se você tem uma estratégia de marketing nas redes sociais e deseja aumentar o engajamento dos visitantes, opte por um site responsivo.

4 – Sites responsivos têm melhores colocações no Google

O buscador dá preferência para sites com design mobile no ranking, afinal eles proporcionam uma experiência satisfatória aos visitantes, em comparação a sites não responsivos. Além disso, o Google prefere sites que mantenham o mesmo URL para qualquer tipo de aparelho, em vez de privilegiar aqueles que possuem um endereço diferente na versão móvel. Caso você tenha uma excelente posição na busca feita a partir de computadores, saiba que o mesmo pode não ocorrer na pesquisa mobile.

5 – Design responsivo se adapta a múltiplos dispositivos

O layout responsivo tem a vantagem de mostrar uma aparência perfeita, tanto em monitores quanto em telas touchscreen.

6 – É mais fácil administrar um único site e aumentar a ROI

Hoje em dia, muitas empresas possuem dois sites: uma página geral, para acesso desktop, e outra versão mobile. Essa prática era muito comum antes do desenvolvimento da tecnologia responsiva, mas hoje em dia não é uma opção viável.

Optando pelo design responsivo, que se adapta às telas dos dispositivos móveis, seu negócio terá apenas um endereço para ser administrado, reduzindo o tempo gasto em atualizações. Isso contribui também para a análise do fluxo de visitantes e ROI, o chamado retorno sobre investimento.

sábado, 15 de abril de 2017

Quatro maneiras de gerenciar e medir sua publicidade do Facebook.


A criação de anúncios incríveis no Facebook é apenas o começo. Você também deve querer medir a eficácia, o alcance e a qualidade de seus anúncios. Nossas ferramentas de gerenciamento de anúncios permitem muitas possibilidades, com base em quantos e em quais tipos de anúncio você está veiculando. Veja o que está funcionando e o que não está, e experimente imagens e títulos diferentes para medir o que causa a melhor reação. Também damos a você a capacidade de criar e gerenciar seus anúncios diretamente em seu telefone, onde quer que esteja.


Gerenciador de Anúncios do Facebook
Crie, edite e gerencie anúncios do Facebook facilmente, tudo em um só lugar.

Aplicativo Gerenciador de Anúncios do Facebook
Monitore e controle seus anúncios de qualquer lugar usando seu smartphone ou tablet.

Power Editor do Facebook
Para anunciantes que trabalham em grande escala e precisam ter o controle exato das próprias campanhas, conjuntos de anúncios ou anúncios.

Gerenciador de Negócios do Facebook
Permite que as empresas compartilhem e controlem o acesso às próprias contas de anúncios, Páginas e muito mais de maneira segura.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

3 maneiras de aproveitar o poder do marketing de influenciador


1) @Mencione-os.

Se seu conteúdo for útil, inspirador e relevante para o público do influenciador, mencioná-lo no Twitter em seu post geralmente será o suficiente para atrair sua atenção e potencialmente ser retuitado. Se o conteúdo for sobre ele, suas chances serão ainda maiores. 

2) Inclua-os em uma lista de curadoria.
Uma boa maneira de criar conteúdo que provavelmente será compartilhado por autoridades no assunto é preparar uma lista de curadoria e incluí-las nela. É inegável que as pessoas têm egos e, se você recorrer a eles, provavelmente se beneficiará.


3) Peça a eles para contribuírem com seu blog.

Há vários benefícios que acompanham o pedido para um influenciador contribuir com um post como convidado em seu blog.

Acima de tudo, você está recebendo um ótimo conteúdo para seu blog, que seu público certamente adorará (e você não tem que escrever). Além disso, este tipo de contribuição ajuda a construir a credibilidade de seu blog: se você consegue fazer uma autoridade no assunto postar para você, é porque está fazendo algo certo. Talvez um dos benefícios mais valiosos de um influenciador ser convidado a escrever no seu blog é o fato de que ele provavelmente compartilhará este post em sua rede social, o que significa uma chance para você alcançar um público totalmente novo. 

sexta-feira, 31 de março de 2017

Adidas abandona TV e investe tudo no digital

Enquanto estudos bradam que a internet matará a televisão a partir de um consumo sob demanda cada vez maior por parte dos consumidores, a adidas anunciou que deixará a publicidade na televisão de lado. Para buscar um público mais jovem e quadruplicar suas receitas no comércio eletrônico, a marca irá optar por focar seus investimentos em canais digitais.
Uma estratégia absolutamente natural se tratando de uma gigante do mercado e que já figura constantemente na Tv (Lionel Messi, Real Madrid, Manchester United e etc).
Em entrevista à NBC, Kasper Rorsted, CEO da adidas, afirmou que “não há mais publicidade na tv” e o público-alvo no curto e médio prazo se envolverá muito mais através dos dispositivos móveis, que acaba por entregar um ativo fundamental para o seu objetivo: o engajamento.
Em números, colocando o varejo digital no centro de sua estratégia, a adidas deseja que suas receitas “online” saltem de € 1 bilhão (2016) para € 4 bilhões até 2020. Neste sentido, a marca acredita que os meios tradicionais não envolvem mais o consumidor e para o futuro ela prezará por um envolvimento muito mais estreito.
No processo de reestrutura de sua presença digital, impressão em 3D e novos métodos de fabricação dos seus produtos são parte do planejamento. Recentemente, cerca de 25 influenciadoras, entre elas, a blogueira Robin Arzon e a personal trainer Zanna van Dijk, foram contratados para impulsionar a presença da marca no mercado esportivo feminino.
Fonte: Mkt Esportivo
Ei, nossa equipe acaba de lançar um novo projeto personalizado. Você vai gostar - https://t.co/quGl87I2PZ
Assine e receba novidades