(093) 99908-6725

Avenida Palhão | 572 | Santarém

RELACIONAMENTO | ENGAJAMENTO | RESULTADOS

domingo, 22 de janeiro de 2017

Facebook deixa de informar que posts foram editados

Como adicionar apelidos para amigos no bate-papo do Facebook (Foto: Melissa Cosset/TechTudo) (Foto: Como adicionar apelidos para amigos no bate-papo do Facebook (Foto: Melissa Cosset/TechTudo))
O Facebook removeu recentemente a tag “Editado” dos posts modificados pelos autores na rede social. A função – lançada pela rede social em junho de 2013 – permitia visualizar com destaque a informação de que os posts que foram alterados (desde uma vírgula até edições mais complexas) e conferir o histórico de edições realizadas, como a exclusão de uma frase ou inclusão de um emoji, por exemplo. A atualização no feed de notícias ocorreu na última semana sem alardes e apenas os mais atentos notaram a ausência da etiqueta.

Facebook

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Como mesclar (juntar) duas páginas no Facebook


Uma das questões que recebemos com maior frequência por email e comentários em posts é sobre a possibilidade de unificar duas páginas no Facebook em uma só ou, em alguns casos, unificar um perfil e uma página.

Durante um bom tempo não foi possível realizar esse tipo de ação, até que, provavelmente pela enorme demanda, o Facebook criou formas de realizar a junção.

Juntando duas páginas em uma só

A grande preocupação do Facebook é evitar que existam páginas que enganem as pessoas. Eles não querem que alguém crie uma página sobre “gatinhos bonitinhos” e depois todos que curtiram esperando uma coisa sejam direcionados para a página de uma empresa que fala de algo totalmente diferente.
  • Por isso, há algumas exigências para fazer a migração:
  • As duas páginas devem representar o mesmo propósito;
  • Precisam ter nomes semelhantes;
  • Se forem locais, devem ter também o mesmo endereço;
  • Você deve ser administrador das duas páginas.

Se sua página atender a todos esses requisitos, basta seguir 4 simples passos:

2 – No primeiro menu suspenso, selecione a fanpage que deseja manter;
3 – No segundo menu suspenso, selecione a fanpage que deseja que seja mesclada;
4 – Se as suas páginas puderem ser mescladas, clique em “Mesclar Páginas”.

como juntar duas páginas no facebook

Essa é uma ação impossível de ser desfeita. Portanto, confirme sempre se a página que será mantida é a desejada.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

2016: o ano dos Digital Influencers na publicidade

Whindersson

Se 2015 foi considerado o boom do surgimento de digital influencers no Brasil, 2016 pode ser visto como o ano do reconhecimento da relevância e visibilidade destes criadores pelos meios off-line e pela publicidade de marcas e produtos.

Parte da cadeia que sustenta o sistema de influência digital, as ações de comunicação com influencers mais do que dobraram em relação a 2015 e a modalidade passou a ditar preferência nas ativações online das marcas, especialmente as voltadas a públicos mais jovens.

Atualmente com cerca de 230 mil influenciadores, segundo a Airstrip, o mercado brasileiro tende a evoluir em 2017 e nos próximos anos, com influenciadores ainda mais relevantes e o aumento do aporte de verba para ações com eles.

Em 2016, os setores que mais investiram em ações com digital influencers foram os de cuidados pessoais, indústria automotiva, alimentação, telefonia móvel e moda, com resultados concretos e mais que positivos para as marcas que apostaram na modalidade.

O crescimento da publicidade em redes sociais com influenciadores é fruto da mudança de como este tipo de ação de comunicação passou a ser vista pelos anunciantes. Se em 2015, a grande maioria deles faziam contratações pontuais com influenciadores quase como um “plus”, um teste, isso mudou bastante em 2016.

Agora, grandes anunciantes já separam budgets anuais e a mídia se tornou mais perene nos planos de comunicação, como já fazem há um bom tempo com veículos como Google e Facebook.

Em busca de uma comunicação emocional, próxima e orgânica, a publicidade passou a investir em conteúdo co-produzido e campanhas com abertura para que os digital influencers pudessem fazer o seu melhor: serem eles mesmos.

Alguns períodos relacionados a eventos foram mais marcantes no número de ações realizadas, como durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, Salão do Automóvel, Black Friday e Natal.

Nas Olimpíadas e Paralimpíadas, mais um vez a força dos digital influencers se mostrou e ao invés das marcas apoiarem a sua divulgação exclusivamente em atletas, elas apostaram forte em influenciadores nas redes sociais.

Outro forte indício de mudança de paradigmas é que pela primeira vez, YouTubers superaram muitos artistas e celebridades nas recomendações e escolha pelas marcas.

Não estou dizendo que as celebridades perderam espaço, mas sim que com o crescimento do investimento, os YouTubers ganharam um grande destaque.

Os YouTubers ganharam mais espaço porque têm facilidade em apresentar produtos com os quais se identificam, demonstrá-los, usar sua linguagem para conceituá-los e torná-los desejados pelos seus seguidores. São como chanceleres que influenciam diretamente a decisão de compra, principalmente dos mais jovens.

Satisfeito com o resultado das ações em 2016, o mercado já aponta para mais um boom de crescimento em 2017, com o investimento da publicidade em novas redes sociais, influencers e formatos, em especial o vídeo. As tônicas da publicidade em redes sociais neste ano serão conteúdo, inovação e dinamismo.

Atentas aos influenciadores, as marcas também monitoram a consolidação de novas redes como o InstaStories e o Snapchat para alcançarem seus consumidores onde quer que eles estejam, com a mesma rapidez que essas ferramentas se pulverizam e sem abrir mão de resultados contundentes.

Celso Ribeiro* é fundador e diretor comercial da BR Media Group, líder no Brasil em ativações digitais por meio de influenciadores, creators, celebridades, web-celebridades, atletas e ex-atletas

Catuaba Selvagem dá aula em gerenciamento de crise

A rapidez de resposta da Catuaba Selvagem nas redes sociais tem chamado a atenção, tanto no marketing de oportunidade quanto em gerenciamento de crise. Depois de mandar um recado para a cerveja Proibida na semana passada, desta vez a marca foi ágil e estratégica para responder um youtuber que afirmou haver larvas na bebida.

O boato começou domingo (8), quando João Marcos Oliveira, conhecido como uJoãozinho Vine, postou em seu perfil do Facebook um vídeo em que ele e as amigas supunham ter vermes dentro das garrafas de Catuaba. Certos de que todo o estoque do mercado estava contaminado, os jovens disparam “Tá em todas, olha aqui. Nunca mais eu tomo Catuaba”.


Rapidamente o vídeo foi replicado pelo creator Natinho, se tornou viral, e alcançou 1,8 milhão de visualizações. A empresa, segura de sua qualidade, agiu rápido e transformou o que poderia ser uma crise em uma aula de gestão.

Primeiro, a marca fez um post terça-feira (10), em que procura o autor da denúncia, explica o que ocorreu e, ainda, convida ele e seus amigos para conhecerem as fábricas de bebida. A publicação fez sucesso, “choveram” comentários positivos, engajamento de seguidores e, por fim, o acusador foi encontrado.
Depois de toda essa exposição, o próprio youtuber postou uma retratação em seu perfil pessoal. O adolescente pediu desculpa, agradeceu o contato da Selvagem e aceitou o convite de conhecer como a Catuaba é feita.
Por fim, para não deixar dúvidas e esclarecer qualquer suposição, a marca postou uma vídeo-aula do gerente de controle de qualidade ensinando todo o processo ao qual passa o produto. Além da explicação e da administração do problema feitas pela Selvagem, também vale a pena observar os comentários e as ótimas respostas do social media durante o gerenciamento.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Agência faz página de cliente no Facebook de 'Refém'


A empresa de marketing do Paquistão Viral Edge teve de recorrer a medidas drásticas para ser paga por uma companhia que contratou seus serviços. No final de dezembro, a agência mudou a foto de capa da página da gigante de alimentos Haleeb Foods no Facebook para uma montagem de um dos produtos da companhia sobreposto com um cadeado e os dizeres “Suspenso por falta de pagamento”. 

A Haleeb Foods, por outro lado, afirma que quitou todas as dívidas que tinha com a Viral Edge e que suspendeu o contrato com a agência em maio de 2016. “Nós negamos todas as acusações da agência digital e já entramos com uma petição criminal na Divisão de Crimes Cibernéticos da Agência Federal de Investigações do Paquistão”
Olá, me acompanhe no twitter. You'll like it - Vamos tuitar
ASSINE nosso conteúdo VIP